Caneca de presente pra você. Quer uma?

 

Se você frequenta o querido leitor há algum tempo sabe que eu adoro canecas e tenho uma coleção delas. E para agradecer a você que vem aqui me ler todos os dias, eu e o R7 Fotos vamos dar 3 canecas bem bonitas, com a cara do meu blog.

Gostou?

Quer uma?

Então basta responder à pergunta no link:

http://entretenimento.r7.com/premios/todos-os-premios/canecas-personalizadas-do-blog-querido-leitor.html

Bora participar!

Anúncios

Calor, sorvete, mussaka e quinquilharias

Gostaria de dizer que agora eu sei que horas são. Tenho um relógio Nike de plastico que ganhei do meu marido e que é de estimação. Ando sempre com ele, exceto quando a ocasião realmente não permite. Pois logo no começo da viagem o relógio parou de funcionar. 

Meu mophie juice pack, a bateria externa que uso há anos nos meus iPhones, também parou de funcionar. Comprei um recarregador para o iPad do Isaac, pra poder usar o TomTom na viagem de carro de Roma a Positano e vice-versa e acho que ele estragou a bateria do Mophie durante o caminho (tentei usar o carregador do carro na capa-bateria). 

Quer dizer, fiquei totalmente zerada em matéria de bateria, relógio, iPhone e tudo mais. E, claro, também tive problemas com o chip da TIM na Itália. 

Ao chegar no aeroporto de Roma para embarcar para Atenas achei um Mophie e comprei-o pra Anita. Eu ainda não sabia que o meu tinha parado de funcionar. Quando cheguei a Atenas percebi o problema. 

Pois eu finalmente achei uma lojinha com duas moças bonitas e prestativas aqui em Atenas que trocaram a pilha do meu relógio e me venderam outra bateria externa até mais bonita e mais leve que o Mophie. Só não sei se vai durar tanto. 

Comprei várias bobagens baratas. Camisetas, uma bolsa linda que vem com outra dentro. A vendedora explicou que são bolsas gregas, de couro e que combatem a pirataria das bolsas orientais que copiam as de grifes famosas, com preços interessantes.

A bolsa


As camisetas

Tentei pedir desconto na loja de camisetas (na volta de Monasterike para Plaka) e o rapaz explicou que a Grécia esta tao quebrada que eles estao vivendo do dinheiro que os turistas deixam. Paguei e pronto.

No quesito grastronômico tenho vivido dias muito legais. Adoro berinjela e, portanto, estou no paraíso aqui na Grécia. Em dois dias já comi mussaka duas vezes. E, desde Roma, comecei a comer sorvete. Nunca fui de sorvete, mas agora como todo dia pra compensar o calor e as caminhadas. Sorvete, café gelado, raspadinha. Tudo o que for friozinho é bem vindo a 37 graus.

Agora, vamos para a parte ruim. O hotel em que estamos Royal Olimpic é uma enganação. Frente bonita, lobby lindo e quarto péssimos. Com carpete (que detesteo), duas camas que formam uma, meio tortas, bem ruins. Banheiro pequeno e antigo, nem se compara com os banheiros lindos dos hotéis de Roma e Positano. A piscina do hotel é pequena pra tanta gente. O Wifi dá uma senha que expira de 6 em 6 horas, sem condições. E o pior. O café da manhã no hotel não esta incluido na diaria e custa… 25 euros por pessoa! Imagine, a gente janta, pede 5 pratos, gasta 62 euros e o cafe sairia 100 euros por manhã! Ridículo. Comida na Grécia é MUITO barata. O hotel enlouqueceu. Ainda bem que vamos embora amanhã cedinho.

Enfim, Atenas é muito legal, o bairro de Plaka é fofo, os restaurantes são gostosos, tem muita lojinha de prata e bijuterias, os museus e monumento emocionam. Mas não tem muito mais pra fazer. Hoje, por exemplo, passeamos de ônibus turístico pra dar um giro pela cidade. E nesse momento estou postando no hotel e vou arrumar as malas, por absoluta falta do que fazer.

Ah, tirei uma foto em frente ao estádio olímpico dos primeiros jogos da era moderna.