Editor de vídeos do YouTube

http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=6783bd6148e9d4e10f1f7c417e0164ae

A ferramenta é bem simples, mas dá pra quebrar um galho.

Anúncios

Livros

Pronto, acho que não estou mais devendo nenhum livro pra ninguém. Já mandei os dois livros dos premiados do ‘descubra meu novo email’, já mandei o livro do QLegenda e… ooops. Acho que alguém ainda não escolheu um livro…

Vou esperar o envio do último para começar outra promoção. Mais uma QLegenda.

Furacões e nomes

Estou num PC formatado. No desktop somos eu, o browser e a lixeirinha. E mais alguns ícones que estão chegando agora. Máquina nova é assim, exercício de desapego com lembrete-bônus de que tudo é passageiro, excetuando-se o motorista e etc. e tal.

Abri o perfil do Twitter do @portalR7 e vi que, em resposta a esta notícia

.bbpBox17417020307 {background:url(http://a3.twimg.com/profile_background_images/55557287/wall_twitter_ok.jpg) #C0DEED;padding:20px;} p.bbpTweet{background:#fff;padding:10px 12px 10px 12px;margin:0;min-height:48px;color:#000;font-size:18px !important;line-height:22px;-moz-border-radius:5px;-webkit-border-radius:5px} p.bbpTweet span.metadata{display:block;width:100%;clear:both;margin-top:8px;padding-top:12px;height:40px;border-top:1px solid #fff;border-top:1px solid #e6e6e6} p.bbpTweet span.metadata span.author{line-height:19px} p.bbpTweet span.metadata span.author img{float:left;margin:0 7px 0 0px;width:38px;height:38px} p.bbpTweet a:hover{text-decoration:underline}p.bbpTweet span.timestamp{font-size:12px;display:block}

Furacão Alex pode ficar mais forte antes de chegar em terra http://bit.ly/auEeAuless than a minute ago via twitterfeed

havia este comentário do @orpitt:

.bbpBox17417853532 {background:url(http://a3.twimg.com/profile_background_images/24384659/space3.jpg) #12142d;padding:20px;} p.bbpTweet{background:#fff;padding:10px 12px 10px 12px;margin:0;min-height:48px;color:#000;font-size:18px !important;line-height:22px;-moz-border-radius:5px;-webkit-border-radius:5px} p.bbpTweet span.metadata{display:block;width:100%;clear:both;margin-top:8px;padding-top:12px;height:40px;border-top:1px solid #fff;border-top:1px solid #e6e6e6} p.bbpTweet span.metadata span.author{line-height:19px} p.bbpTweet span.metadata span.author img{float:left;margin:0 7px 0 0px;width:38px;height:38px} p.bbpTweet a:hover{text-decoration:underline}p.bbpTweet span.timestamp{font-size:12px;display:block}

RT: @portalr7: Furacão Alex pode ficar mais forte antes de chegar em terra http://bit.ly/auEeAu // o que aconteceu com os nomes femininos?less than a minute ago via Echofon

Achei a pergunta interessante e resolvi pesquisar a resposta. Aqui vai um resumo do que recolhi. O que está entre aspas é transcrito, o que não tem aspas é escrito. As fontes estão no final, numa página separada, para quem quiser pesquisar mais.

1. Tufão, ciclone e furacão são nomes diferentes para o mesmo fenômeno meteorológico.

2. Um furacão é um ciclone tropical, um sistema de tempestade fechada que circula em torno de um centro de baixa pressão. Por produzirem ventos muitos fortes e chuvas torrenciais, os furacões podem ser catastróficos para as populações. A função natural do furacão é manter o equilíbrio do meio ambiente controlando as secas.

3. “Os furacões começam no Atlântico, Caribe e noroeste do Pacífico. Os tufões são assim chamados quando se forma no oeste do Pacífico e no sudeste do Oceano Índico. ”

4.”Tufões, furacões e ciclones giram todos na mesma direção, anti-horária, se forem formados no hemisfério norte. As tempestades que giram no sentido horário formam-se no hemisfério sul, apesar de serem extremamente raras na bacia do Atlântico e mais comuns no Oceano Índico e na costa da Austrália, segundo informações do site LiveScience. ”

5. A escala que mede a intensidade de um furacão é a escala Saffir-Simpson, baseada na velocidade dos ventos.

6. Até 39 milhas por hora, a tempestade tropical é chamada de ‘Tempestade Tropical Tal’. Ao atingir 74 milhas por hora, passa a se chamar ‘Furacão Tal”

7. Há séculos as pessoas dão nomes aos furacões. Mas foi durante a 2a.Guerra Mundial os militares que trabalhavam com meteorologia no Pacífico passaram a usar nomes femininos para designá-los. Em 1953 a prática foi adotada pelo National Hurricane Center para tempestades originadas no Atlântico. EM 1978 meteorologistas do Nordeste do Pacífico começaram a usar nomes de homens. Em 1979, também foram adotados nomes masculinos para tempestades no Atlântico.

8. Para cada ano, foram criadas listas de 21 nomes, em ordem alfabética. As letras Q,U, X, Y e Z não foram usadas. Não há furacões que comecem com essas letras.

9. A primeira tempestade tropical de cada ano começa com “A”, a segunda com “B”, e assim por diante. Em anos pares, davam-se nomes masculinos aos furacões ímpares e vice-versa. (Cara, isso é complicado…)

10. Hoje, a Organização Meteorológica Mundial usa seis listas de nomes para furacões Tropicais. Essas listas são reusadas a cada seis anos. (Aqui tem mais um MONTE de listas com nomes p/ outros oceanos que não o Atlântico. Talvez seu nome esteja lá. )

Veja a tabela:

Names used for Atlantic Tropical Storms
2008 2009 2010 2011 2012 2013
Arthur Ana Alex Arlene Alberto Andrea
Bertha Bill Bonnie Bret Beryl Barry
Cristobal Claudette Colin Cindy Chris Chantal
Dolly Danny Danielle Don Debby Dorian
Edouard Erika Earl Emily Ernesto Erin
Fay Fred Fiona Franklin Florence Fernand
Gustav Grace Gaston Gert Gordon Gabrielle
Hanna Henri Hermine Harvey Helene Humberto
Ike Ida Igor Irene Isaac Ingrid
Josephine Joaquin Julia Jose Joyce Jerry
Kyle Kate Karl Katia Kirk Karen
Laura Larry Lisa Lee Leslie Lorenzo
Marco Mindy Matthew Maria Michael Melissa
Nana Nicholas Nicole Nate Nadine Nestor
Omar Odette Otto Ophelia Oscar Olga
Paloma Peter Paula Philippe Patty Pablo
Rene Rose Richard Rina Rafael Rebekah
Sally Sam Shary Sean Sandy Sebastien
Teddy Teresa Tomas Tammy Tony Tanya
Vicky Victor Virginie Vince Valerie Van
Wilfred Wanda Walter Whitney William Wendy

Ou seja, se agora tem o Alex, a próxima tempestade tropical será a Bonnie. O que faz todo sentido pra mim, já que aprendi com a musiquinha que ‘My Bonnie lies over the ocean’.

Pronto, agora é só ir editando o post com comentários até ele ficar correto e completo.

Acompanhe o Furacão Alex aqui. Muito legal.

Fonte furacão

Update – Observações importantes: “Katrina” não está na lista porque quando um nome causa muita devastação e morte ele é aposentado, retirado da lista. Nunca mais haverá um furacão chamado Katrina.
Em geral, pra cada ano há 21 nome, o que é suficiente. Raramente um ano tem mais de 21 furacões. Se forem necessários mais nomes, são usadas letras do alfabeto Grego, Alfa, Beta, Gama, etc.

Há uma outra lista para furacões fora do Atlântico. Talvez seu nome esteja em uma das dez, como mencionado acima. E há ainda uma lista de nomes de furacões ‘aposentados’, como o Katrina.

Vereador agride jornalista

http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=8f1c501cecdeebf965c3d5b19df5dc36

Que coisa mais absurda! Primeiro ele bate num homem. Um repórter.  Depois  ele bate numa MULHER, uma repórter que estava trabalhando! O agressor é o vereador em Pontes e Lacerda (MT),  Lorivaldo Rodrigues de Moraes (DEM), o Kirrarinha. A vítima é a repórter Márcia Pache, da TV Centro-Oeste (SBT). Márcia está fazendo uma série de reportagens que envolvem o Kirrarinha por suspeita de corrupção.

O vídeo está no YouTube.

LEia mais no Portal IMprensa, transcrito aqui:

Vereador agride jornalista do SBT no MT e câmeras registram açãoRedação Portal IMPRENSA

A jornalista Márcia Pache, da TV Centro-Oeste – filiada do SBT na cidade de Pontes e Lacerda, Mato Grosso – foi agredida pelo vereador Lorivaldo Rodrigues de Moraes (DEM- MT), conhecido como Kirrarinha, quando tentava entrevistar o parlamentar na última segunda-feira (28). Márcia levou um tapa no rosto, registrado pelas câmeras da equipe que a acompanhava.

Segundo o portal Mídia News, a repórter fazia uma série de matérias que denunciava o vereador, acusado de obter procuração para receber aposentadoria em nome de uma idosa e ficar com o dinheiro, e de ter autorizado a invasão de um imóvel em um condomínio habitacional construído pelo Governo do Mato Grosso.

Márcia declarou que teme pela sua vida e pela de sua família. “É um absurdo o que aconteceu. Estava trabalhando, não tem justificativa para essa atitude. A população tem medo do Kirrarinha. Ele tem fama de aterrorizar a cidade. Fiz as denúncias, mas nunca ultrapassei o lado profissional. Ao que parece, ele levou as denúncias para o lado pessoal, tanto é que me agrediu”, informou a repórter.

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindijor – MT) repudiou a agressão sofrida pela jornalista, e colocou sua assessoria jurídica à disposição da repórter. O Sindijor – MT ressaltou, ainda, que é preciso manter o respeito ao cidadão e ao profissional mesmo em momentos em que os ânimos estão alterados.

Outros veículos de imprensa da região fizeram uma manifestação em frente à Câmara de Vereadores da cidade para solicitar ao presidente da Casa, vereador Claudinei Cela, a abertura de processo para investigação de possível quebra de decoro parlamentar de Moraes, o que pode provocar a cassação de seu mandato.

O parlamentar já agrediu outro profissional de imprensa, o jornalista Celso Garcia, da TV Record. Márcia declarou que prestou queixa contra o vereador e que possivelmente irá processá-lo e pedir indenização por danos.

Estranho

Tocou meu celular
Começava com 21, ou seja, Rio de Janeiro. Número de Celular.
Disse que era da Claro e queriam atualizar meus dados.
Perguntei que email eles tinham, já que era uma atualização.
Nenhum, disseram.
“E como eu posso ter certeza que é da Claro?”
Câmbio desligo.
Eu, hein.
Pegadinha do malando pra cima de moi?