Ano Novo

Feliz 2008 !

Anúncios

Poeira

Barra do Una inteira virou um refrão de Ivete Sangalo: poeira.
O calor é tamanho, a poeira é tanta que alguns zeladores de condomíninos usam as mangueiras para regar as ruas.
Os caminhos de areia não permitem nem que se anda de bicicleta.
Durante o passeio de bike, pedalei ao lado de um vigia local e ele também reclamou do areião.
Areião onde, aliás, derrapei e caí numa curva.
Foi um lindo tombo.
Daqueles que ilustram bem os textos edificantes chineses do tipo cai oito vezes, levanta-te nove.
Foi uma só queda.
Levantei e voltei.