A eleição na era da web

2010 foi um ano histórico para a democracia brasileira. Vivemos a primeira eleição para presidente, governador, senadores e deputados federal e estadual com a participação massiva dos eleitores pela web fixa e móvel, tanto nas redes sociais quanto em todas as outras muitas plataformas de comunicação e expressão.

Uma das grandes novidades foi a série de sabatinas com transmissão transmídia. No R7, por exemplo, tive a oportunidade de ancorar os intervalos desses eventos, com todos os principais candidatos ao primeiro turno para as eleições presidenciais. No estúdio, as sabatinas eram transmitidas ao vivo pelo R7, com retransmissão pela Record News. Nos intervalos, junto com uma grande equipe, ancorei a comunicação com o internauta, lendo comentários, acompanhando perguntas via e-mail, mural e chat, passando serviços. Durante toda a transmissão em áudio e vídeo, a equipe do R7 publicava minuto a minuto todas as falas dos participantes. Depois da emissão ao vivo, tudo ficou em arquivo para acesso posterior do eleitor. O R7 também manteve um blog permanente sobre as eleições, com muito sucesso. Foram meses de trabalho, milhares de notícias e uma abertura para expressão por parte do internauta como nunca se viu antes. Um pequeno passo na interação online, um salto gigantesco para a democracia brasileira.

Foto: Wilton Junior/AE

Além das transmissões dos debates com os principais candidatos pela TV, como o debate acalorado da Rede Record, acompanhamos tudo o tempo todo na Internet e na web móvel. As redes sociais respiraram política. Hashtags sobre candidatos e debates no Twitter, perfis com twibbons demonstrando suas preferências de forma assumida por um ou outro candidato, discussões intensas durante toda a campanha. Há muito tempo eu não via, sentia, tanta mobilização por parte dos eleitores. Me senti nos velhos e bons tempos de movimento político na USP.

No primeiro turno das eleições, uma outra conquista: a apuração dos votos acontecia e o R7 anunciava, tudo praticamente em tempo real. Nunca se viu nada assim. Mapas, infográficos, resultados, comparações, análises, tudo ao alcance do eleitor. Toda a Internet mobilizada, em todas as plataformas. Baixei um aplicativo brasileiro no iPad e, pela primeira vez, pude acompanhar os resultados na TV com o iPad no colo, vendo todas as atualizações disponíveis. Um show de informação.

Essa conquista deve ser muito comemorada. A Internet é o triunfo da transparência, da verdade, do acesso à informação por parte de toda a população. A conclusão feliz é que nessa eleição, o povo saiu ganhando. A democracia online foi eleita por maioria esmagadora.

Veja mais:
+ Tudo sobre as Eleições 2010 no R7

+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Domingo cidadão

Acordamos, tomamos café, votamos e viemos para Águas de São Pedro. Deixamos São Paulo com sol para vir em direção ao tempo nublado e com jeito de que vai chover. Pra variar, a meteorologia ONTEM não conseguiu acertar a previsão pra esta manhã. É impressionante. Não sei como alguém pode pagar pra ter a previsão pra um evento daqui a 3 meses se a 12 horas do domingo a meteorologia não consegue saber se chove ou faz sol. Enfim, estou virando uma velha rabugenta que só reclama do tempo! ahahaha.

Já fiz o almoço, a cozinha já está arrumada e, depois de uma certa luta, conseguimos a conexão. O modem não estava funcionando. Fizemos a queixa. Aí entrou nossa boxer maluca e derrubou TUDO. REsultado? O modem voltou a funcionar… ahahah.

Acho que estou de bom humor. Muito bom. Beijos e até mais. Vou tentar a conexão sem fio.

Acidente com balão

http://www.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?play=true&idMedia=a4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7&video=http://noticias.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?play=true&idMedia=a4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7&video=http%3A%2F%2Fwebcast.sambatech.com.br%2F000482%2Faccount%2F8%2F3%2Fa4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7%2FER7_RE_JR_ACIDENTEBALAO_470kbps_2010-10-30.mp4%3Fc593e66de0e460110dd967262e551f8e46fa359b8f2a93de9359377621aeca62b92f5cd1a61b314536cc5a478ba89746aca7041b5d6959d5a19843d9f575bad03e51e1c095326619a172b151f2e9d69f&linkCallback=http%3A%2F%2Fnoticias.r7.com%2Fvideos%2Fqueda-de-baloes-durante-passeio-deixa-ao-menos-tres-mortos-no-interior-paulista%2Fidmedia%2Fa4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7.html&thumbnail=http%3A%2F%2Fwebcast.sambatech.com.br%2F000482%2Faccount%2F8%2F3%2Fthumbnail%2Fmedia%2Fa4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7%2FER7_RE_JR_ACIDENTEBALAO_470kbps_2010-10-300.8012423305772245.jpg%3Fc593e66de0e460110dd9672728551f8e0b39f1fa8e06087f2309086b933f205a117ddcc71683b4a38657bc783cdbf5aa21fd24b9f80b79b34522fbe64a583ce9183339c052b81f363027866e15599dbfc091e5831e3a1fbf1f6c10c90cfdddf9&idCategory=66&linkCallback=http://noticias.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?play=true&idMedia=a4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7&video=http%3A%2F%2Fwebcast.sambatech.com.br%2F000482%2Faccount%2F8%2F3%2Fa4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7%2FER7_RE_JR_ACIDENTEBALAO_470kbps_2010-10-30.mp4%3Fc593e66de0e460110dd967262e551f8e46fa359b8f2a93de9359377621aeca62b92f5cd1a61b314536cc5a478ba89746aca7041b5d6959d5a19843d9f575bad03e51e1c095326619a172b151f2e9d69f&linkCallback=http%3A%2F%2Fnoticias.r7.com%2Fvideos%2Fqueda-de-baloes-durante-passeio-deixa-ao-menos-tres-mortos-no-interior-paulista%2Fidmedia%2Fa4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7.html&thumbnail=http%3A%2F%2Fwebcast.sambatech.com.br%2F000482%2Faccount%2F8%2F3%2Fthumbnail%2Fmedia%2Fa4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7%2FER7_RE_JR_ACIDENTEBALAO_470kbps_2010-10-300.8012423305772245.jpg%3Fc593e66de0e460110dd9672728551f8e0b39f1fa8e06087f2309086b933f205a117ddcc71683b4a38657bc783cdbf5aa21fd24b9f80b79b34522fbe64a583ce9183339c052b81f363027866e15599dbfc091e5831e3a1fbf1f6c10c90cfdddf9&idCategory=66&thumbnail=http://webcast.sambatech.com.br/000482/account/8/3/thumbnail/media/a4139c765a7cebf7fce9a02c486994d7/ER7_RE_JR_ACIDENTEBALAO_470kbps_2010-10-300.8012423305772245.jpg?c593e66de0e460110dd9672728551f8e0b39f1fa8e06087f2309086b933f205a117ddcc71683b4a38657bc783cdbf5aa21fd24b9f80b79b34522fbe64a583ce9183339c052b81f363027866e15599dbfc091e5831e3a1fbf1f6c10c90cfdddf9&idCategory=66

Muito triste. Muito mesmo. Vamos aguardar o laudo dos peritos. Eu já voei de balão e tive uma ótima experiência, achei muito seguro. Acho que tudo depende de tomar a decisão certa no dia certo, de acordo com o clima. Hoje, a previsão era de tempo chuvoso, nublado, com ventos. Não sei se houve imperícia, se foi realmente uma fatalidade. Vamos ter que aguardar até que as responsabilidades sejam apuradas.

Tempestade

O dia começou tenso, chovendo. Da janela vi uma tempestade intensa. Na capa do portal r7, a notícia da queda do pequeno prédio no Rio de Janeiro deixando vítimas fatais. Na Argentina o povo lamenta a morte do ex-presidente. Nos Estados Unidos a paranoia terrorista volta a ser ativada com pacotes estranhos. Tsunamis na Ásia, mortes e resgates. O sábado de notícias não parece nada feliz. Acho que vamos ter que mudar o modo automático para manual para fazer o dia ficar melhor.

Se eu desejar bom dia, você aceita?
Bom dia.

Leave Justin Bieber alone

Mais do que entender inglês, acho que é preciso entender o ser humano pra compreender a profundidade do desabafo desse garoto que defende o Justin Bieber. Vi no perfil da @ivanapsabreu. O garoto é novinho, e está assustado. Ele gravou o vídeo em resposta aos quase 70 mil hits e comentários maldosos que recebeu como resposta. Ele é um exemplo de vítima de cyberbullying. É fã do Justin Bieber e defende seu ídolo loucamento, do tipo que diz ‘só por cima do meu cadáver’ e tal. E, por fazer vídeos defendendo seu ídolo, tem sido atacado e xingado. Logo no começo ele diz que algumas pessoas o chamam de gay e que ele não tem certeza se é ou não. De qualquer forma, ele é uma criança e não tem que prestar contas de sua orientação sexual. OK, ele está se expondo, mas isso não é motivo pra ser xingado,é? Dá pra ver que ele precisa de ajuda psicológica. Juro, fiquei com pena.

Não sei, mas tem dias que as pessoas me assustam.
Acho que, em breve, os pais vão ter que fazer curso de orientação web para os filhos.
Já estou me candidatando a cyberorientadora.

A alegria planetária de Matt

Hoje, conversando com minha amiga Aline, ela comentou que um amigo nosso ainda não conhecia o vídeo do Matt Harding, fazendo sua dancinha tola em diferentes lugares do mundo. Esse comentário era uma espécie de corolário de uma conversa que tivemos ontem, sobre vídeos muito famosos que sempre são novidade para uma ou outra pessoa. De vez em quando eu também me surpreendo ao descobrir que tem algo na Internet que milhões e milhões de pessoas já viram antes de mim e que ainda me parece uma novidade total. A Internet é infinita, muita coisa faz sucesso, não dá pra dar conta de tudo. Não tem como ver tudo. E, afinal, ver antes ou depois de todo mundo não faz muita diferença. O importante é a descoberta, tanto faz quando ela acontece. O importante é ser feliz. E, acredite, este vídeo do Matt Harding é a síntese da felicidade e do que a Internet pode fazer por um cidadão comum.

Matt não tem nenhum talento especial, não é lindo, não fez faculdade, não nasceu rico, não é o rei do carisma. Ele sempre foi uma pessoa como todos nós, em busca de respostas e de uma vida feliz. Em 2003, trabalhando como designer de games, ele resolveu pegar suas economias e viajar. Viajou, criou um blog pra família saber onde ele estava. Um dia, no Vietnã, (li tudo aqui) um amigo gravou-o fazendo a única dancinha que ele era capaz de fazer. Virou hit na Internet. Uma empresa viu, ele virou garoto propaganda. E arrumou um patrocinador para dançar pelo mundo.

Já falei dele várias vezes, mas hoje, especificamente, vi o vídeo completo pela milésima vez e, novamente, me emocionei. Li um comentário no YouTube e vi que a mesma sensação que eu tenho, muita gente tem. É a alegria emocionante de ver como um ser humano sozinho, livre, verdadeiro, sincero, pode promover coisas boas para milhões. A gente vê as imagens e fica encantado. Porque ao mesmo tempo que as IMAGENS mostram a incrível diversidade do mundo e suas culturas, o SENTIMENTO de alegria de dançar, sozinho ou em conjunto é IGUAL.

Pegue alguns minutos dessa sua linda vida, coloque o fone de ouvido, desligue-se de tudo a sua volta e assista, com olhos, ouvidos, alma e esperança, a esse exemplo tão conhecido e reconhecido, que mostra que a simplicidade é o caminho mais verdadeiro para encontrar a alegria, aquela que transcende o medo de ser livre.

Serginho Mallandro

Assisti uma boa parte da participação do Serginho Mallandro em “A Fazenda” e vou falar da impressão que ele me passou: aquela que todo mundo diz. Ele acha que é o rei da piada, o senhor da alegria, o embaixador da felicidade. E, em nome desse trabalho “real” ele acha que não precisa fazer mais nada. É o tipo de cara que, quando vai passar um fim de semana em grupo numa casa de praia alugada, não lava a louça, não carrega as cadeiras de praia e acha que, o fato de ser o “piadista” da turma já cobre sua parte das tarefas. Ledo engano.

Não adianta você se achar engraçado, os outros é que tem que achar você divertido. Não adianta você se julgar no direito de ser o bobo da corte, o Rei é que tem que achar e a corte tem que rir. Mesmo porque os bobos sem graça eram eliminados pelo rei. E, bem, foi o que aconteceu. O voto popular, que é soberano, eliminou Serginho.

Imagino que ele seja uma boa pessoa, já que não o conheço particularmente. É o que ouço sobre ele. Mas não gosto desse personagem que se julga Chaves, do ator maduro (ele tem a minha idade) que acha que ainda tem 12 anos. Dizer yeah yeah e gluglu e botar um pirocóptero na cabeça não transforma um homem de 53 anos em adolescente. Claro que ele tem direito de fazer piada, espalhar alegria, fazer brincadeiras e se comportar como criança. Da mesma forma os outros têm direito de não gostar.

Se eu pudesse apertar um daqueles botões do facebook de curtir ou não curtir, meu dedão seria pra baixo.

Até agora, o público está eliminando todo mundo que gosta muito de se impor e de aparecer. A escandalosa vaidosa, a celebridade orgulhosa, o rebelde briguento, o preguiçoso alegre.

Dos 7 pecados capitais, o povo já eliminou 4: A Vaidade, o Orgulho, a Ira e a Preguiça.

A Inveja, a gula e a luxúria  que se cuidem…