Um longo dia com passeio, fotos, gente pelada, Einstein e meia lua

http://www.flickr.com/apps/slideshow/show.swf?v=109615

Aqui em Berlin já é terça-feira, primeiro de maio. Tecnicamente a última fez que deitei na cama para dormir foi no sábado à noite. Domingo eu saí de casa às 2 da tarde. Hoje é madrugada de 2a pra 3a. e eu ainda não fui dormir. Estou cansada. E zonza.

Caminhei bastante à tarde. Subi uns 300 degraus até chegar no alto do monumento Siegessäule. Vou te contar que subir tudo aquilo depois de uma longa caminhada não é mole não. Mas a vista do alto é linda. Dá pra ver a cidade toda.

O Tiergarten é demais de lindo. Amo. Sempre fico admirada com a beleza do parque. Hoje, um dia de muito sol, tinha muita, mas muita gente pelada na grama. Tomando sol, sem roupa nenhuma. Todo mundo de boa. Quase uma praia de naturismo.

Depois fui a uma farmacia pra comprar sabonete, barrinhas e bobagens. Comida de esquilo. Nuts, frutas secas, barrinhas.

Tomei banho e fomos todos jantar no Einstein Cafe´. Bacana o lugar. Comi sopa de lagosta, galinha d’Angola com aspargos gigantes (é tempo de aspargos) e por fim, um sorvete com ruibarbo em calda.

Café e um frio danado pra voltar pro hotel. Muito frio mesmo. Não fui devidamente preparada. Na última hora a tonta aqui deixou o casaco em casa. Fui só com um casaquinho. Enfim. Cheguei, subi todas as fotos, vi os emails e agora vou dormir.

Amanhã é feriado, mas vamos trabalhar o dia todo. Vim aqui pra isso!

Beijos, obrigada, até amanhã.
PS – as fotos estão meio misturadas. TEm fotos do aeroporto e tal.

Em Berlin, num dia de sol

Três e meia da tarde de segunda-feira Faz um dia lindo em Berlin. Acabei de arrumar as roupas, dei uma geral no quarto. Estou no mesmo hotel do ano passado, o segundo depois das cinzas do vulcão da Islândia.

Vou me aprontar para dar um rolê.

Estou usando o wifi de cortesia do quarto. Porque o pacote de viagem que fiz da Claro não vai dar pra nada. Imagine, eu postei 2 ou 3 fotos, um twee e já usei 10% do plano todo!

O jeito é arrumar wifi na rua mesmo.

Fiz uma viagem bem bacana, dei sorte. Minha proltrona da classe econômica tinha um metal, uma coisa horrorosa no meio das minhas costas. Machucava muito. Depois de duas ou três horas tentando, chamei a atendente de bordo e disse que não daria pra ficar mais 8 horas naquela poltrona. E ai…fizeram um upgrade pra executiva. Com aquela poltrona que vira cama. Olha, valeu viu. Dormi feliz da vida. Famoso caso verdade dos males que vêm para o bem.

Agora vou levar meu jet lag pra passear.

Até mais tarde. E obrigada por não me deixar sozinha na viagem.