Noite em positano / on Instagram http://instagr.am/p/NRfSiyDyES/

Anúncios

Conselhos, erros e serendipity em Sorrento e Capri


(Positano, vista do terraço)

Há muitos e muitos anos o Ricardo Freire é meu guru de viagem. Sempre segui os conselhos dele e de todos os viajantes que frequentam seu blog, o Viaje na Viagem.

Não foi diferente desta vez. Além das dicas da Lelê e da Marcie, também vi coisas no VnV, como a Gruta Azul em Capri. Não tínhamos programado o passeio originalmente, mas acordamos e decidimos ir. Tentamos sair de Positano de barco, mas não tinha reserva e era muito, muito caro. Decidimos pegar o carro que alugamos, ir até Sorrento e lá alugar um barco com marinheiro. Meu marido pegou um endereço na Internet e fomos.

A viagem é maravilhosa, a estrada apertadinha é um espetáculo.

Chegamos a Sorrento e não achávamos o endereço. Fomos a um escritoriozinho por engano, mas era outro número. O lugar certo parecia muito errado. Uma porta de um prédio sem nada, só 4 nomes e as campainhas. Tocamos a primeira, nada. A segunda, nada. Desistimos. Fomos para o escritório errado e… deu tudo certo lá! Eles alugaram um barco numa marina linda, com uma van que veio nos buscar. Fomos pra marina e, de lá, pegamos o Agostino como piloto do barco. EM alto mar, outra lancha veio com o piloto de verdade que fez todo o passeio pela ilha de Capri. Um sonho. Sonho.

Visitamos a gruta branca, nadamos na gruta verde e, finalmente, fomos ver a Gruta Azul. Que coisa inesquecível!

É tudo o que dizem e muito mais. O buraco pra entrar é mínimo, a gente senta no fundo do barquinho minúsculo e ainda abaixa a cabeça. Custa 12.50 Euros por cabeça (abaixada) . Mas o azul lá dentro é irreal. Escuridão e um azul translúcido e etéreo. Qualquer ateu sai de dentro como fiel a D’us.


Gruta azul


No barco


Marina

Enfim, foi tudo absolutamente lindo.

Bom, teve UMA parte aterrorizante. Para irmos ao escritório alugar o barco, deixamos Gabriel e Anita no carro estacionado numa avenida. Quando voltamos… cadê carro e filhos? Sumiram. Um guarda obrigou meu filho a dirigir o carro para outro lugar, porque era proibido parar ali, foi seguindo o carro de moto até ele estacionar super longe. Imagine o susto até a gente descobrir o que tinha acontecido. Bom, serviu pra eu saber que meus filhos são ADULTOS e eu sou uma mãe tonta .

Depois almoçamos numa cantina napolitana e voltamos. Lindo dia!