TV

Abandonei a tv no amaury jr e fiquei navegando de costas. Há horas estou ouvindo uma entrevista com a Simone. E o linguajar peculiar do entrevistador. Mas já está bom. Hora de desligar tudo. O cérebro, já está no off.

Anúncios

Lixo

Todo mundo sabe que as empresas de telefonia fixa tem um acordo secreto com as empresas de águas e esgotos, razão pela qual, quando voce senta no trono, o telefone toca. Agora, começo a achar que a industria do lixo fez um acordo operacional para fornecimento de conteudo com a industria do entretenimento? Nossa, esse filme, Redemption, eh uma porcaria. Vamos pagar aluguel de duas solenes tralhas. Quem recomendou? Um garoto novo, desconhecido, da locadora. Como todo mundo alerta, estranhos sempre acabam passando droga pra gente..

Audiência

Dizem que só reclama do Ibope quem está com audiência baixa. Claro, da mesma forma que a gente só se queixa quando tudo dá errado, quando a sorte vai embora, quando alguém nos ofende. A cultura ocidental não é baseada no acerto e sim no erro. O método é da ‘tentativa e erro’ e não da tentativa e acerto. De qualquer forma, a audiência do programa não está grande coisa, estava melhor no horário antigo. Mas é estranho que a audiência de sp esteja baixa, porque, considerando-se que uma parte pequena da população tem internet, que uma parte pequena dos que tem internet cadastram-se no site, e, mesmo assim, no programa do Justus, recebemos 1500 cadastros pela web. É muita coisa. Talvez a audiência seja maior fora de São Paulo. Vai saber.

Piada sem graça

Estava na exposição da FAAP vendo os tesouros dos czares. A música no fone de ouvido não estava combinando muito. Adoro a Ivete Sangalo mas não combina com a russia czarista. Tirei o fone. E ouvi um homem contando uma piada idiota pra mulher: um homem está diante de uma fonte dos desejos. joga uma moeda e pede para tornar-se totalmente irresistível às mulheres. E … zás. A fonte o transforma num cartão de crédito. Achei tãããão besta! Voltei com a Ivete.

Nada pessoal

Todo ser humano vive conflitos. Entre os muitos deles está um bem moderninho, o conflito interior entre ficar famoso e permenecer anônimo. Em geral, as pessoas anônimas sonham em virar celebridades e, os famosos, lutam para ter de volta a privacidade do anonimato. Coisa de gente, eternamente insatisfeita mesmo.

Este conflito fica claro na rede. A pessoa quer ter um blog pessoal. Mas ao tornar o blog aberto, o flog aberto, ele passe a ser público. E coisa pública não é mais pessoal, certo? Mesmo tendo autoria, procedência, etc., acaba sendo tratado dentro da filosofia do ‘caiu na rede é peixe’. Evitar que alguém faça alguma coisa com sua informação uma vez tornada pública é como querer impedir que alguém embrulhe o peixe com o jornal onde saiu sua foto.

Por isso, se você realmente não quer que nada seja público, não quer que ninguém entre no seu mundo, feche com senha. Muitos blogs como o do uol, blogger, o flickr, tem essa opção. Não torne público e dê a senha para amigos cadastrados. Não vai ter o mesmo número de visitas e comentários mas aí é com você. Defina o que você quer. E siga o caminho que você escolher. Se mudar de idéia, troque. Salvo exceções patológicas e criminosas, nada é tão grave quanto parece.A gente é que tende a dramatizar demais.

Video Vida

Criei um quadro, há anos, para o programa Almanaque da extinta TV Manchete, que o Nilton Travesso adorava: o Video Vida. Produzíamos um video para cada convidado ao vivo. Ele assistia a este video, com referências a sua vida, seu tempo, nossa história, e reagia a ele. Era ótimo. Não tive oportunidade de voltar a fazer isso. Era bonito ver a emoção, a lembrança, os sentimentos, tudo, que as imagens geravam nas pessoas. Mas a idéia não deve ter sido tão boa assim, ou talvez, não tenha sido divulgada o bastante. Por que acho isso? Porque pouca gente copiou…!