Chávez para Evo: no tienes Twitter?

//

“Evo, ¿tú no tienes Twitter?”

Original aqui

Anúncios

Passeata de formigas

A Parte II

E como fazer a sua própria passeata.

Via @elsonrocha

Um viral genial da Baygon. E tem o link no Flickr pra você imprimir seus cartazes!

Vários blogs postaram no começo da 2a. quinzena de abril como Comunicadores, Bicho de Goiaba, ToSemPapel.
E, sim, eu me lembro das formigas da Philco. Mas é diferente, porque as formigas do comercial da Philco nem eram reais. Essas são. E mais, estão protestando no ambiente delas contra um produto que acaba com elas… Muito legal.

Pequenos enganos, grandes confusões

Foi o maior festival de farofa no ventilador da história da Time. Nunca antes na história daquele pais, tanta gente publicou tanta informação errada.

Explico: a Revista Time publicou sua famosa lista de 100 pessoas mais influentes do mundo, na opinião de seus editores, dividida em quatro grupos numerados de 25 pessoas. Lula era o número 1 do grupo de 25 líderes.

Ora, se você faz uma lista de 100, um grupo de 25 e ENUMERA os 25, é natural que as pessoas interpretem isso como um ranking. Se não fosse estaria dito. Estaria escrito. Teria que ser elucidado.

Mas a TIME fez exatamente esse absurdo: publicou listas numeradas de 1 a 25 que não eram rankings. Então, qual o propósito da numeração senão pra classificá-los?

O R7 e vários outros veículos, entraram em contato com a TIME que desfez a confusão, negando a ideia de ranking e trocando os números por bolinhas (bullets).

O que se seguiu foram duas ondas. A primeira, de portais e site tentando chamar para si a ‘autoria’ da mudança da TIME. Eu acho que deveriam ligar para a Time e saber qual a ordem das ligações dos veículos do Brasil e fazer um ranking…

A segunda onda já estava solta. Sites e mais sites dizendo que Lady Gaga era a artista mais influente do mundo. A mais, não UMA em 25.

A TIME errou. Feio. Não entendeu que o mundo tem fome de rankings. Quer competições. Quem ver quem ganha e quem perde. Pro mundo conta quem veio em primeiro. Como se estar num grupo de 100 em mais de 6 bilhões fosse pouco. Se bem que, você sabe, é só a opinião da TIME (só?!??! é muita coisa, né?).

Mas vale a lição. Somos todos muito tolos. Bobos mesmo. Acreditamos em qualquer coisa. E perdemos a noção de contexto. A mulher mais bonita do mundo eleita no concurso “A Mulher Mais Bonita Do Mundo”, não é, necessariamente, a mulher mais bonita do mundo. É apenas a que foi selecionada (e ser selecionada não quer dizer que seja a melhor) ENTRE as participantes QUE foram inscritas no concurso A Mulher Mais Bonita do Mundo.Deve ter muita mulher bonita que não se inscreveu.

Há rankings que são diferentes, são numéricos. Como as fortunas das pessoas. Não é opinião, mas ordenação dos dados cadastrados e bens de uma pessoa. Isso, os bens declarados. Deve ter traficante que não entra no rol da Forbes, só pra citar um exemplo.

E tem também os concursos. Digamos que você entrou num concurso de fotos de uma empresa nacional. Eles não vão das os 10 prêmios para as 10 melhores fotos ou vídeos e pronto. Eles vão dividir por regiões. Porque se deram 10 prêmios pra São Paulo, mesmo que sejam as melhores, ou pro Rio, ou Curitiba, ou Natal, as pessoas das outras regiões vão chiar. É tudo assim, cheio de critérios subjetivos por trás.

Infelizmente as pessoa acreditam em QUALQUER título. Qualquer ranking. E repetem, como se fosse verdade, até slogans. Acreditam em qualquer tipo de resultado de dez mais, vinte melhores, cem mais importantes, sem nem saber que cálculo foi feito, quem votou, nada. O que conta é o ‘resultado’. O ser humano acha que uma pessoa que faz dez lipos e vinte plásticas e fica ‘mais bonito’ que alguém que é 100% natural, ‘ganhou’ do outro. Levou a melhor nesta competição constante e generalizada em busca do primeiro lugar em todas as categorias.

E tem mais: os papas do marketing dizem que você TEM que ser melhor em alguma coisa. E se esta coisa não existir, invente uma categoria pra ser melhor nela. Qualquer porcaria serve. O ‘importante’ é ter algum título que impressione.

Eu sei que a massa é assim. Mas eu sempre tenho esperança de acordar uma ou outra pessoa. Para que ela tenha mais clareza, discernimento e não compre qualquer coisa, qualquer ideia, sem questionar.

Porque, você sabe, este é o melhor blog do mundo em língua portuguesa do ano de 2008.
Na opinião dos jurados e do público que votou no Prêmio The Bobs da Deutsche Welle.
Sem contar que é o blog mais bacana, mais simpático, com maior frequencia e regularidade de postagens, pelo prazo mais longo e contínuo deste Brasil.
Não acredita?
Bom, mas pode acreditar que é o blog que tem a comunidade de leitores mais qualificada da blogosfera.

Bjs.

Rosana, a melhor produtora de tutoriais web do R7.
Coincidentemente, a única.

William Bonner sai do Twitter

Depois de uma looooooooooonga despedida, em vários tweets, William Bonner, o @realwbonner do Twitter, com meio milhão de seguidores e selo Verified, abandonou seus ‘sobrinhos’. Com um discurso de 2381 caracteres (contando espaços, 2011 sem ):

“Senhoras e senhores, 140 caracteres ou mais de sua atenção para o agradecimento mais profundo e sincero do Twitter (worldwide).

Pelas risadas e sorrisos silenciosos que me proporcionaram, pelas manifestações de carinho que aglutinaram seguidores e me revigoraram.

Pela paciência com que aguardaram desfechos de histórias intermináveis desse tio flooder assumido – e pelas amizades construídas por aqui. Digo MUITO, MUITO OBRIGADO! De verdade e de coração..E, então, me despeço: até breve, até logo, até já. Divirtam-se com juízo. Mas divirtam-se, que é pra isso que esse troço serve, afinal.

Peraí. Voltei. Mas é rapidinho.

É que já pesquei pelo menos 3 teorias conspiratórias entre as mensagens. E são ridículas, como costumam ser as teorias conspiratórias.

O twitter é um universo absurdamente cativante. Quem não se viciou que me desminta. E eu mergulhei nisso intensamente. Salto ornamental.

Em 10 meses, mostrei aqui uma face que só amigos, colegas mais próximos conheciam. Expus isso em muitas entrevistas. E me expus, beincalhão.

Quem não gostou me deu unfollow. Quem gostou me deu o prêmio de melhor do mundo e meio milhão de sobrinhos. Mas isso teve seu tempo.

Experimentei o twitter num intervalo de minha vida profissional: depois de escrever um livro, antes da trabalheira danada de 2010.

Agora teremos Copa e Eleições – e vocês não imaginam o quanto isso nos absorve a cada 4 anos. E hoje, quinta, estou onde? Alguém palpita?

Estou deitado na cama, bolsa de água quente nas costas, medicado com corticóides, sem condição de sair de casa. Algum palpite do porquê?

Simplesmente não tenho cumprido o protocolo de exercícios prescrito em outubro de 2007 para me proteger de uma hérnia discal.Falta de tempo.

Hoje, deitado nesse quarto, dores terríveis, vi que não há como protelar a retomada dos exercícios. E não há como retomá-los assim. E daí?E daí que tenho que abrir mão de alguma coisa. Não será da minha família, não será do meu trabalho. Sobrou o tempo do twitter….

Fátima se diverte comigi aqui. A Globo entendeu meu twitter como algo saudável. Trabalhamos juntos na ajuda a Niterói, por exemplo. Então?

Esqueçam teorias conspiratórias. Divirtam-se muito. E torçam, os já saudosos, para que o tio consiga voltar depois dos desafios de 2010.

Estão todos guardados no meu chip reservado a experiências inesquecivelmente ricas e prazerosas. Inté, tropa! Tenhamos todos BOAS NOITES.”

@realwbonner

Eu acho que ele volta. Logo.

PS – o ator @pedroneschling saiu do Twitter ontem. @ErlangerLuis fechou o perfil hoje. Coincidentemente, @realwbonner abandonou (temporariamente) as postagens.

Chá de cadeira

Eu estava vendo a lista dos pensadores mais influentes da Time e encontrei uma designer singular, Zaha Haidad. Através dela, cheguei a uma cadeira feita de canudos coloridos. A descrição é do blog de Andre Godoi: “O designer escocês Scott Jarvie desenvolveu uma cadeira, chamada de “Clutch Chair” com 10 mil canudinhos”. O designer tem trabalhos incríveis.

banco_canudos

Sem querer encontrei esta linda  Poltrona FlorPrima Design – Criação de: Eulália de Souza Anselmo


“utiliza flores de crochet em pura lã feitas por mulheres da periferia da cidade de Bagé. Este trabalho remunera atualmente 30 mulheres carentes. Traz a marca indiscutível de Eulália Anselmo , que sempre aposta na produção sustentável.” (Texto da revestir.com.br)


DSCF4269


O design é a poesia da arquitetura, né?

PS-Não tem como não lembrar dos irmãos Campana…

campana

pandas

A lista da Time – Pensadores

Sim, é uma conquista. Lula foi eleito o líder mais influente do mundo pela revista Time. Não, não é pouca coisa. E a matéria foi escrita por Michael Moore. Sim, o próprio.

Na lista completa também encontrei  Han Han, escritor,blogueiro e piloto chinês, que está entre os 25 artistas mais influentes do mundo. Falamos muito dele durante o julgamento dos blogs do prêmio The Bobs, da Deutsche Welle. O jurado Michael, que defendia a ideia de Han Han ganhar como melhor blogueiro do mundo, é uma figura. E tentou nos vender Han Han com toda sua paixão. Virou uma brincadeira interna. Eis que Han Han, como Michael avisou, está mesmo na lista.

Mas o meu destaque não é nem para Han Han nem para Lula, mas para Jaime Lerner, entre os 25 pensadores mais influentes do mundo.  Se você não viu, veja a palestra que ele deu no TED Talks. Em inglês.

http://video.ted.com/assets/player/swf/EmbedPlayer.swf