Os 13 clichês de posters de filmes

Os 13 clichês de posters de filmes | DESIGN on the ROCKS.

 

É MUITO MUITO MUITO legal. Foi o Bob Floriano que mandou o link.

Se você não acredita e/ou está com preguiça de clicar para ver os TREZE conjuntos de ‘clichês’ de posters de filmes, veja essas amostras:

 

 

Muito bom!

PS – me disseram que a revista Superinteressante publicou. Legal. O Bob Floriano me mandou e eu também publiquei.

Luan Santana, críticos e vampiros

Eis que chego da terapia e estou preparando a coluna desta noite do Jornal da Record News, ao lado do Heródoto Barbeiro (hoje tem novidade) e vejo que o nome do Odair Braz Jr., do R7, está nos Trending Topics.

Na hora tive aquela ideia de gênio:

– Ah! Vou avisar o Junior! (apelido do Odair Braz).

Só que, né, imagine se ele não sabia.

//platform.twitter.com/widgets.js

Ok, ele já sabia. Fui ver o que estava acontecendo. Pela tag estava fácil de concluir:

– Garanto que o Júnior andou falando do Luan Santana.

Não deu outra. Odair fez uma coluna sobre o novo clip de Luan Santana.

Para formar minha própria opinião, li tudo e vi o clip algumas vezes.

A primeira coisa que eu notei é que a voz do Luan está um pouco anasalada, não sei se sempre foi assim. Parece um pouco diferente do normal. A segunda coisa que eu achei é que a ideia de colocar a LETRA da canção nas legendas é absolutamente perfeita.

E a terceira coisa é que eu OLHO o clipe e VEJO que alguém PENSOU, DECIDIU e PRODUZIU o clip baseado no Twilight. Isso mesmo, na história de Vampiros, Crepúsculo e todo o resto da saga.

As cores, a textura, as locações têm a MESMA PROPOSTA.

Veja o que eu quero dizer com isso, fica mais fácil comparar:

 

Antes que atirem sem perguntar, não estou dizendo que é uma cópia, nem que isso é ruim, errado, etc. e tal. Apenas que eu ACHO, sinto, percebo, noto, associo o clima de floresta, as cores, a textura esfumaçada e até o jeito e o cabelo do nosso vampiro do filme com a proposta estética do personagem da música do Luan Santanta.

É a mesma “VIBE”, mesmo porque é pro mesmo público.

E esta é a minha opinião.
Vou falar com o Odair quando eu chegar na redação pra saber o que ele acha disso.

Leia o texto do Odair veja o clip do Luan e diga o que você achou.

Aloka. Veja isso.

YouTube Doubler

Mel Lisboa diz que não faz mais dieta

http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=4f4cf03db51a866fcdc63926

Ela diz que se ‘curou’ desse mal, que era paranoica com dieta.

Eu e mais alguns milhões de mulheres continuamos na paranoia.

Felizmente não faço parte daquele grupo das mulheres que tomam bola pra emagrecer e mentem. Já é um começo.

Quando os jornalistas ‘aumentam’ a realidade

No dia 22 de fevereiro vi uma notícia no canal de Informática no site português Diário Digital mostrando um possível ‘óculos 3D‘ a ser lançado pelo Google até o final deste ano.

Achei a matéria estranha e fiz o post sob forma de pergunta, mostrando que eu estava duvidando daquilo tudo. O link do post está aqui e o screenshot aqui ao lado.

Nos comentários, Tiago e Igor identificaram os óculos como sendo da Oakley e disseram que a notícia não seria verdadeira por isso. Os óculos tocam mp3, mas não tem nada com 3D nem com o Google. O Tiago, aliás, TEM um Oakley Thump assim.

Ontem recebi uma ligação da Gerente de Relacionamento da Oakley, Ana Carolina Diniz, dizendo que os óculos realmente não têm esse feature de 3D (realidade aumentada) e que, portanto, as informações do link que coloquei no post, do Diário Digital de Portugal, não seriam verdadeiras.

Aqui o que é fato sobre esse modelo de óculos:

“O Oakley Thump, que inclusive não é mais vendido pela marca, é o primeiro conjunto de óculos e música digital do mundo. Uma de suas principais características é integrar aparelho de som e fones de ouvido diretamente na armação. Com este produto, o usuário não precisa se preocupar com os fios, que geralmente restringem movimentos ou dificultam a prática de esportes e outras  atividades. Uma entrada USB permite a transferência de músicas de um PC ou notebook para o óculos. Além disso, alto-falantes acoplados nas hastes do produto possibilitam a saída do áudio.

O Oakley Thump pode ser usado ainda para guardar e transportar arquivos, mas não há nele propriedades de realidade aumentada.  As únicas funções relacionadas diretamente às lentes referem-se à capacidade das mesmas maximizarem a claridade visual e bloquear raios nocivos à visão. Sendo assim, os revestimentos e a polarização das lentes do Oakley Thump eliminam reflexos e otimizam a visão.”

E aí eu pensei: e como esses óculos foram parar nesta notícia? E fui pesquisar. Eis o que encontrei:

 

1. No dia 21 de fevereiro, Nick Bilton publicou uma matéria no blog Bits, do New York Times, falando sobre esse projeto do Google.

No texto de Bilton ele menciona o blog de Seth Weintraub, do ‘9 to 5 Google’ e um post de dezembro do ano passado em que ele diz que o projeto realmente é real, de um óculos 3D com realidade aumentada.

No post ele diz que sua fonte viu um protótipo e que o protótipo ‘parece um Oakley Thumps’. Essa é a referência que ele usou. No post tem uma lista de outros links para matérias sobre o mesmo assunto.

 

2. O canal Money, do MSN, também se refere ao mesmo blog e coloca uma imagem dos mesmos óculos.

 

3.O site Android and Me também faz a mesmíssima referência ao Oakley Thumps.

4. O social media SEO, idem. O destaque é também para os óculos da Oakley e o texto diz que o dispositivo de realidade aumentada do Google seria ‘parecido’ com o modelo.

Uma porção de outros links estão reunidos aqui no Science News Daily, todos referentes a esse mesmo suposto projeto do Google, já apelidado de Google Goggles (O Google já tem um projeto com esse nome, aliás)

O Christian Science Monitor fez até um diagrama a partir dos óculos da Oakley.

 

Ou seja, o site português foi só mais um a mencionar e usar a referência. [E isso.  Uma pessoa diz que o projeto dos óculos do Google é ‘parecido’ com o modelo tal e a coisa se alastra pelo mundo inteiro. Isso é a Internet, a vida globalizada que talvez nunca mais deixe de ser assim.

Obrigada pelo interesse e pelas correções do blog.