Exausta

Depois de horas e horas de trabalho contínuo, mil ligações no celular, um milhão de coisas pra resolver, cheguei em casa. Ou melhor, cheguei na garagem do prédio. Porque de lá fui direto para o cabeleireiro dar um jeito no cabelo pra um rápido trabalho amanhã à tarde. Acho que dormi na pia e acordei com o secador. Ainda fui tentar resolver um problema com um chip que não chegou, num quiosque da Nextel, peguei chuva na volta e, finalmente em casa, consegui começar a resolver outras questões burocráticas. Estou muito cansada. É visível.
Amanhã acordo cedo, faço mais uma centena de coisas, trabalho, vou a um evento na hora do almoço, volto, preparo aula e tudo mais.
E no sábado eu viajo. Nem comecei a separar as coisas. Nem confirmei a passagem, nem fiz nada ainda.
Tem dias que eu penso que estou fazendo tudo errado. Tudo errado.
Mas aí, no meio do caos, acontece um momento tão humano, tão comovente, que volto atrás.
Na pia do banheiro, encontro uma amiga chorando. Converso com ela e trocamos um abraço.
Me convenço de que tudo isso é só uma ilusão, a pomada e que o princípio ativo é mesmo o amor.
Ali estávamos nós, colegas de trabalho, quase desconhecidas, abraçadas, irmanadas por um sofrimento que nem era nosso.
Sofrendo a dor de outra mulher, mas que também era cada uma de nós.
Eu não sei se sou uma boa pessoa. Às vezes sou cruel, estúpida, má. Mas raramente sou injusta. E sempre que posso, sou solidária.
Tenho recebido muito da vida, sinto cada vez mais vontade de retribuir.
Estou cansada, atrapalhada, assoberbada de compromissos.
Mesmo assim, sigo meu destino.
Como disse um amigo um dia, eu sou o avião que perde a turbina, quebra a asa e mesmo assim, aterrisa de barriga no pasto, atropela a vaca, mas salva todos os passageiros.
Olé.

PS – Próxima encarnação, já sabe? MA-DA-ME. Anotou?
Grata.

Anúncios

“Susana Vieira humilha o agreste de Pernambuco”

Esse é o nome dado pelo dono do canal do YouTube Scave8 para este áudio da coletiva de imprensa de Susana Vieira. A atriz esteve em Pernambuco para encenar a Paixão de Cristo.

No canal do YT, o autor do vídeo escreveu:

“From: scave8 |

Ta faltando o final onde ela diz que a única forma de falar com o Rio é através de SINAL DE FUMAÇA . Declarações lastimáveis de uma das atrizes mais conhecidas e repeitadas desse país durante a semana santa em sua participação na encenação da paixão de Cristo em Nova Jerusalem – Fazenda Nova.. Irmãos do Nordeste Assistam ao video e tirem suas próprias conclusões. ..”

Scave8 publicou o vídeo no dia 2 de abril. Se alguém tiver o áudio completo, por favor, avise pelos comentários ou mande o link para atualizar o post.

O colunista Flávio Ricco deu destaque ao áudio polêmico hoje e os links estão sendo replicados pelo Twitter.

Susana é famosa por “causar”. É quase um marketing da atriz, uma espécie de versão feminina e real de Caco Antibes, ao que parece.

PS  – Já temos um link enviado agora por Mariana Lins nos comentários.
Matéria de
Thatiana Pimentel, da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

suzanaempe

Mariana enviou também o vídeo com a coletiva.E o Mouro (obrigada!) enviou os dois links, primeira e segunda partes. Veja mais informações preciosas dos queridos leitores, nos comentários.

Ghost Writer de Twitter

Muita gente se decepcionou quando soube que o presidente americano Barack Obama não escreve seus próprios tweets. Era de se esperar, pensando bem. Mas num primeiro momento, dada a natureza da rede social, acreditou-se que ele mesmo fazia seus posts.

Agora, outros políticos e celebridades usam assessores e especialistas para manterem seus perfis no Twitter. Nem todos são transparentes, no entanto. Pessoas da TV já dão sinais de que têm tuiteiros fantasmas escrevendo em seu lugar. Não é possível afirmar sem provas e, vale lembrar que não há nada de criminoso ou ilícito  É só uma questão ética, de respeito mesmo. Não é legal uma pessoa fingir que está lá quando outra está em seu lugar. É só um jeito correto de agir, dizer a verdade.

Outro dia, vendo alguns perfis, tive a sensação (eu trabalho com texto, né?) de que aquele jeito de escrever não era da pessoa . Pelos sinais gráficos, pelo excesso de pontos de exclamação, pelos emoticons e tudo mais. As pessoas tem estilos próprios, ninguém muda de uma hora pra outra. Descontando a paranoia, é possível notar quando outra pessoa está no lugar de alguém cujo estilo você conhece.

A pergunta que faço é… você deixaria de seguir alguém no Twitter se soubesse que ele tem alguém tuitando em seu lugar, um ghost twitterer? Ou pra você tanto faz se o perfil é autoral e pessoal ou se é só uma mídia de divulgação da imagem e dos trabalhos da pessoa, quase “chapa-branca” de um artista?

Essa é a enquete de agora.

][poll id=”5″]

A vida imita a ficção

Sempre que vejo dias de muita chuva lembro do filme Blade Runner, onde sempre chovia numa Los Angeles futurística. Na rua, replicantes se misturavam a humanos.
A ficção tem esse poder, de imprimir imagens em nossas mentes. Imagens que ora nos ajudam a entender a vida real, ora nos alertam para as loucuras que estamos fazendo com nosso planeta.

Ninguém é culpado pela água que veio do céu e matou tanta gente no Rio de Janeiro. Mas esses momentos de caos e tragédia nos obrigam a parar e pensar nos rumos que vamos tomar.

Vamos torcer por uma trégua, por um pouco de paz.

Bom dia, força, coragem, vontade, fé e saúde.
Em frente.